Ubiratã, quinta-feira, 22 de agosto de 2019 ESCOLHA SUA CIDADE

Policial

30/08/2018 | Concebido por Campo Mourão

Homem que teve corpo carbonizado em CM foi vítima de latrocínio; polícia prende 3

Homem que teve corpo carbonizado em CM foi vítima de latrocínio; polícia prende 3

A Polícia Civil de Campo Mourão apresentou na manhã desta quinta-feira (30), três réus confessos pela morte de José Marcos da Cunha, 53 anos, mais conhecido como Marcos Cunha. O homem foi morto com requintes de crueldade após ter o corpo carbonizado pelos assassinos. O corpo foi encontrado na tarde dessa quarta-feira (29), em uma lavoura de trigo, próximo a Usina Mourão. Entre os autores está um adolescente de 17 anos e outros dois jovens de 18 e 19. Segundo a Polícia Civil, Cunha foi vítima de latrocínio – roubo seguido de morte.

O delegado chefe da 16ª Subdivisão Policial de Campo Mourão (SDP), Gustavo Pinho Alves, concedeu uma coletiva de imprensa e repassou detalhes sobre o crime. Segundo ele, os autores do latrocínio foram identificados na tarde dessa quarta. Ambos foram localizados no interior de uma residência, na área central da cidade. Aos serem abordados apresentaram nervosismo o que aumentou as suspeitas da polícia.

Eles foram então encaminhados à delegacia onde confessaram o crime em depoimento. “De acordo com relatado por dois dos autores que são irmãos, eles teriam conhecido Marcos na rua no final de semana. De acordo com os mesmos, Marcos os abordou e ofereceu uma carona. E durante essa carona o Marcos adquiriu bebida alcoólica para eles. Foram até a residência deles e fizeram uso de drogas e consumo dessas bebidas”, relatou o delegado.

Segundo Alves, posteriormente, no dia do crime, na terça-feira (28), Cunha marcou novamente com os jovens para se encontrarem e beberem na residência deles. “Estes fatos corroboram com as filmagens que conseguimos em um estabelecimento comercial em que o Marcos por volta das 23h20 adquire uma garrafa de vodca e refrigerante. Após essas imagens ele não mais foi localizado”, informou o delegado.

Alves informou que de acordo com os autores, a vítima foi a casa deles e fez ingestão de bebida alcoólica e que em um determinado momento Cunha teria apagado a luz da residência e manifestado interesse de fazer sexo com os mesmos. “Neste momento os autores seguraram Marcos e desferiram três facadas na vítima que levaram o mesmo a óbito no local”, disse.

Após matarem Cunha, os autores enrolaram o corpo em um cobertor, colocaram na caçamba de sua caminhonete, uma GM/S-10 e desovaram em uma plantação de trigo, próximo a Usina Mourão, carbonizando a vítima. Para o delegado, o crime foi premeditado. “Os três induziram o Marcos para deslocar a residência. Fizeram a ingestão de bebida alcoólica e no momento mais oportuno eles resolveram matar o Marcos com o objetivo de subtrair a caminhonete”, argumentou.

À polícia, os autores informaram que levariam a caminhonete ao Paraguai e trocariam por armas e drogas. “As armas seriam utilizadas para uma possível represália que um dos autores estava sofrendo e consumiriam a droga adquirida no Paraguai”, disse Alves. Os dois maiores foram autuados pelos crimes de latrocínio, ocultação de cadáver e corrupção de menores. Já o menor apreendido responderá por latrocínio e ocultação de cadáver.

Prisão em tempo recorde

A prisão dos autores da morte de Cunha foi feita pela Polícia Civil em menos de 24 horas após o crime graças ao rápido trabalho de investigação. Assim que soube da situação, o delegado chefe de Campo Mourão colocou suas equipes de investigação priorizando a busca pelos assassinos. O crime chocou Campo Mourão pela crueldade que os bandidos agiram. Cunha era bastante conhecido em Campo Mourão e região.

O crime

O corpo de Cunha foi encontrado por volta das 14 horas de quarta-feira (29) por um agricultor, que acionou a Polícia Militar (PM). Quando a polícia chegou ao local, constatou a vítima completamente carbonizada. Saia ainda fumaça do corpo, que foi desovado em uma lavoura de trigo. É o 9º homicídio registrado na cidade desde o início deste ano.

 

Fonte: CAMPO MOURÃO | CIDADE PORTAL | Tribuna do Interior | por: Walter Pereira | Foto: João Silvestrin

OPINE!

CIDADE PORTAL
(44) 3522-7297 | (44) 99979-8991
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio
de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do Site CIDADE PORTAL.

Desenvolvido por Cidade Portal